Concreviga
(31) 3382-7226
Avenida Ibirité, 13 - Marilândia - 3ª Seção
Belo Horizonte / Ibirité

laje protendida

                          Laje Protendida sem escorameno até 3,00 metros. Vão livre até 12 metros!

Estaca Protendida
Estaca Protendida
Estaca Protendida

ESTACA PROTENDIDA

A Estaca protendida Concreviga é um produto de grande confiabilidade. O rigoroso controle de qualidade associado a um moderno sistema de fabricação, garantem a obtenção de elementos estruturais amplamente aprovados pelo mercado da construção civil. Destacam-se a facilidade de transporte e manuseio, bem com a rapidez na cravação e limpeza do terreno da obra.
 
Características Técnicas das Estacas
Os elementos técnicos apresentados na tabela a seguir dizem respeito às peças enquanto elemento estrutural.
A capacidade de carga da estaca cravada é função de sua interação com o solo, dependendo das caracteristicas do perfil geotécnico onde a estaca estiver embutida. E deve ser determinada caso a caso.

Estaca Protendida

Vantagens da estaca pré-fabricada: 

Facilidade de transporte e de manuseio na obra, concreto dosado e curado para resistir aos impactos da cravação, rapidez de cravação e limpeza do canteiro de obra, alta capacidade de produção.
 
Observações
As estacas são emendadas de forma prática e seguras, por meio da soldagem dos anéis metálicos (cordão de solda) em suas extremidades, garantindo peças monolíticas.
1) Recomendações de Manuseio:
Os elementos pré-fabricados para estaqueamento possuem protensão ou armaduras compatíveis com os esforços a que são normalmente submetidos durante as operações de carga, descarga, arraste, içamento e cravação. Devem ser observados os seguintes cuidados: Quando em posição horizontal as peças deverão ser apoiadas próximo a um quinto (1/5) de seu comprimento contados dos extremos.  Na operação de içamento das peças a suspensão deverá situar-se entre um quarto (1/4) e um terço (1/3) do comprimento a partir da ponta da suspensão.
2) Recomendações de Cravação:
- O sistema de cravação deve estar sempre bem ajustado e com todos os seus elementos constituintes, tanto estruturais quanto acessórios, em perfeito estado, a fim de evitar quaisquer danos à estaca durante a cravação. O capacete de cravação deverá apresentar dimensões compatíveis com a seção da peça, com folga de cerca de 2 cm. Entre a cabeça da estaca e o fundo do capacete de cravação deverá ser interposta almofada de madeira de cerca de 5 cm de espessura, que deverá ser substituída sempre que danificada. O elemento pré-fabricado deverá estar no prumo mantendo o mesmo alinhamento com o conjunto capacete e martelo. O alinhamento do conjunto elemento pré-fabricado, capacete e martelo deve ser paralelo ao eixo longitudinal da torre guia. O uso de martelos mais pesados com menor altura de queda é mais eficiente que o de martelos mais leves com grande altura de queda. A relação entre o peso do martelo e o peso da estaca deve ser a maior possível não se devendo adotar martelos cujo peso seja inferior a 1500Kg e nem a relação entre o peso do martelo e o peso da estaca inferior a 0,7 , conforme a NBR 6122/96.  A altura de queda do martelo deverá ser no máximo igual a 1 m.
3) Uso das estacas inclinadas:
Os elementos pré-fabricados para estaqueamento podem ser cravados com inclinação desde que o equipamento de estaqueamento consiga operar desta forma.
4) Recomendações para arrasamento:
Preferencialmente, o corte do concreto da cabeça da estaca deverá ser feito manualmente, de modo a não causar danos à estaca, com uso de marreta e ponteiro, trabalhando com pequena inclinação para cima em relação à horizontal, deixando esta seção o mais plana possível. As armaduras longitudinais não deverão ser cortadas para permitir a ancoragem das mesmas nos blocos de coroamento. O comprimento da ancoragem da armadura necessário é de 50cm. Na medida do possível deve ser evitado o uso de martelete pneumático.
5) Afastamento entre as estacas no mesmo bloco:
Seguir recomendações da norma NBR 6122/96 - Projeto e Execução de Fundações.
6) Prolongamento dos elementos pré-fabricados:
Caso seja necessário prolongar os elementos pré-fabricados até a cota de arrasamento dos mesmos, proceder da seguinte forma: Executar o corte da superfície da cabeça do elemento pré-fabricado, o mais horizontal possível, de acordo com recomendações do item 4. Nos elementos em concreto protendido, emendar 1 ø 10mm, em cada fio, com trespasse de 40cm. O fck do concreto a ser utilizado deve ser >= 30 MPa. O elemento deve ser emendado até a cota de arrasamento.  Nos elementos submetidos a flexão, a emenda deve ser estudada individualmente.

Compartilhar
Visite nosso Face

(31) 3382-7226
Avenida Ibirité, 13 - Marilândia - 3ª Seção
Belo Horizonte / Ibirité